Pitadas de amor, política, sexo, inutilidades, poesia e filosofia.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Versinhos exdrúxulos

video

Hoje, brigando com a memória revirei papéis, olhei fotos, recados, cartas antigas, declarações (escolares, amorosas, acadêmicas, fraternais...), nunca pensei rever tanta coisa antiga, algumas delas com intimidades de pessoas que hoje são quase desconhecidas, ou besteiras pequenas de pessoas que se tornaram quase irmãos. Foi incrível rever coisas que pensei nem mais existir, e melhor ainda rê-ler coisas que eu mesmo escrevi há anos atrás. E são elas que vou colocar aqui hoje. Versinhos perdidos no tempo que escrevi não sei quando.


Sem título

O palhaço alegre
tirou seu nariz.
Lavou seu rosto,
arrancou a peruca,
e se fez triste.
Deitou entre seus lençóis
e se aposentou.

Para sua felicidade o
o circo fechou.


Grandeza

Vê-la é antes de tudo
Me sentir pequeno.
Mudo,
como uma lebre de fronte um leão.
Estático, num só movimento.
Respiração


Você
Nua és pequena.
Mas imensa
pelo lado de dentro

pelos pés, és fria
Mas ardente
pelo lado de dentro

E eu, meto-me
pelo lado de dentro
mas só alcanço o lado de fora.


Sem título
Nada pode me dar
o êxtase que procuro
nem a cocaina
o álcool ou o fumo
é capaz de avivar n'alma
esse rastro escuro
que me apanha como um bandido
na rua de outro mundo


caminho
sexo
temor
médico
dor
fralda
mamadeira
alfinete
choradeira
gude
peão
pipa
palavrão
coca-cola
falsidade
maconha
universidade
carro
apartamento
trabalho
casamento
anzol
previdência
viagra
paciência
caixão
liberdade
vela
saudade

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

terça-feira, 21 de setembro de 2010

,

Sexo



Foto: Angelica Tas


Fogo

Entrar e sair
rápido e forte
sem ter onde ir
lento e trépido
desejo e sorte

inquieto e sádico
suor e líquidos
no seu corpo pálido,
trópego,
quente e áspero.

Poema: Tiago Sousa


Carlos Drummond de Andrade

Sem que eu pedisse, fizeste-me a graça
de magnificar meu membro.
sem que eu esperasse, ficastes de joelhos
em posição devota.
O que passou não é passado morto.
Para sempre e um dia
O pênis recolhe a piedade osculante de tua boca.
Hoje não estás sem sei onde estarás,
na total impossibilidade de gesto ou comunicação.
não te vejo não te escuto não te aperto
mas tua boca está presente, adorando.
Adorando.
Nunca pensei ter entre as coxas uma deusa.

Sem título. In: Brejo das Almas


Foto: Paulo César

segunda-feira, 20 de setembro de 2010





Dilma vai ganhar, a possibilidade de outro candidato ganhar as eleições esse ano é pífia, isso é fato. Outro fato, é que somos burros. Burros não no sentido que nosso amado presidente se autodenomina com orgulho... mas burros num sentido ainda pior... não sabemos votar, a prova cabal disso é que todos os anos uma parcela da sociedade elege um imbecil para ganhar um milhão de reais num programa televisivo. Outra prova é que Tiririca vai ser eleito em São Paulo, não sei o quanto isso vai ser bom ou ruim... A eleição de uma figura como aquela deveria ser uma amostra para a sociedade como um todo, do quanto a política brasileira tem se tornado ridícula. Alguns votarão como protesto a toda politicagem que é feita no país, isso é bom, mostra o quanto nós podemos nos indignar diante dos fatos. Outros votarão porque acharam a propaganda divertida e pensam não haver mais jeito de mudar nossa situação política, isso é ruim. Outro fato mais preocupante ainda é que Dilma é bem parecida com Tiririca, com algumas peculiaridades claro, afinal o nosso humorista ainda não se mostrou criminoso nem participante de quadrilhas, algumas das diferenças notáveis da candidata à presidência com o elegível Tiririca, é que ela não usa roupas de palhaço, mesmo se passando por tal em certos momentos, outra é que Tiririca tem uma vida própria, ele mesmo é seu empresário ao contrário da "companheira" que é apenas um bonequinho de pano, usado para manter Lula mais 4 anos no poder. Poderia ficar elencando por horas as discrepâncias entre esses dois notáveis candidatos, entretanto a proposta não é essa. O povo brasileiro ainda tem a vantagem de ter uma imprensa livre que divulga exaustivamente os atos de politicagem que o governo produz (mesmo sendo censurada as vezes), e não falo aqui numa imprensa tendenciosa que segundo o presidente "tenta desmoralizar sua candidata", mas da mesma imprensa que denunciou os podres do governo FCH e denuncia de maneira viril os atos espúrios de todos os partidos, essa mesma imprensa divulga os fatos, e os fatos tem acontecido notadamente nesse governo do "companheiro" Lula, mas nós não conseguimos assimilar. Talvez por ter aparecido tantas falcatruas, não conseguimos vincular tudo ao ex-metalúrgico, ex-analfabeto, ex-aposentado que preside nosso país. Mas se fizermos um pequeno esforço mental, nos lembraremos das sanguessugas, do mensalão, dos pacotes de dinheiro, sejam nas malas nas meias nas gavetas ou nas cuecas. Lembraremos também da telemar, dos correios, dos Delúbios Soares, dos Valérios e de de outros nomes, todos relacionados diretamente com a cúpula do governo e com o próprio presidente. Vamos todos fazer um esforço de memória.

Autor: Tiago Sousa

terça-feira, 14 de setembro de 2010

,

Kéwelyn

Hoje conheci um pedaço de uma mulher que nunca vi. É irreal o que a internet pode fazer conosco e o que nós fazemos de nós mesmos através dela. Meu blog é um lugar de poucas visitas, escrevo para quase ninguém ler, afinal de contas, só quem gosta de mim é que consegue ler minhas besteiras e achar legal, mas ainda assim recebo algumas visitas esporádicas de pessoas do país e de fora, e hoje conheci uma delas. Uma garota de nome estranho e lugar distante. Uma estudante de direito, que se mostra inteira em suas palavras, é extasiante quando conseguimos ver a vida de alguém em palavras postas para fora, acho sublime quando leio alguém e vejo essa pessoa sorrindo, ou escuto seu choro, ou sinto seu cheiro, escrever tem que ter esse sentido real, mesmo sem parecer que tenha. Me ousei até a tentar traçar um perfil daquela garota de olhar fundo, que parece que já viveu com os olhos em água, que tenta descobrir o novo, e viver a vida de uma maneira diferente, mas que ainda sente falta do tempo que passou mesmo sem querer assumir isso. Uma mulher que parece, não acredita em contos de fada mas sonha em viver um, como uma criança que sonha em ser médico só pra cuidar daquele amor que ele esconde para o mundo. Pode estar tudo errado aqui, e nada disso corresponder aquela garota, mas é para isso que escrevo, para errar, e acertar, e mostrar, e dividir. Foi bom conhecer você garota de nome estranho e lugar distante. Te farei visitas, quem dera pudesse conhecer todos os outros leitores dessa mesma maneira, sem se transformarem numa estatística ou em um número, só assim, lendo e pescando sensações.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Escorder-nos

Olhando teu corpo nú,
minha felicidade és tú.
escondidos onde os olhos não podem achar
em teu cheiro, teu gosto, teu olhar.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Pensamentos soltos

Hoje vou me contradizer outra vez, é impressionante como momentos felizes podem fazer tão bem a ponto de te fazer duvidar de coisas que eram certas e imutaveis, é impressionante como minutos ou horas ou dias felizem mexem com o nosso imaginário, movem o nosso corpo, nossa alma. A alegria verdadeira, aquela alegria pela qual não se precisa sorrir, alegria espiritual, diferente de quando sorrimos para mostrarmos que estamos alegres. A vida, de tão longa chega a ser divertida.

Seguidores

Tiago Sousa Fotografia

Arquivo

Like us

Purifikarte